quinta-feira, 18 de junho de 2009

Mundo perfeito...


UMA HISTÓRIA DE AMOR...


Amigos, fiquei de queixo caído com a história de uma amiga:

Ela estava com sua vida certinha, perfeita, nem muito feliz e só de vez em quando triste, sabe uma vida normal? Vida normal de pessoas normais como dizem os antigos. Tinha uma casa quitada, um carro bom, um marido tranquilo e que a amava, tinha dois filhos sadios, normais e amados.Tinha essa vida que queremos ter e que quando temos, nos perguntamos: O que que está faltando aqui? Será que nunca ais terei grandes emoções,eu não me sinto muito feliz. Está certo?
Pois em uma noite de sonhos tranquilos (como a sua vida), ela resolve descobrir aonde foi parar, só por curiosidade boba, aquele ex que ela tanto amou, aquele ex que quando se tornou ex doeu tudo, doeu da planta do pé ao couro cabeludo. Jogou o nome do cara no google e descobriu que ele tinha passado em um concurso e estava lotado no interior de Minas. Ligou para o trabalho do cara na mesma hora, só pra saber se a vida dele estava como a dela, PERFEITINHA:
- Alô...
- Oi Roberto.
Houve um silêncio, uma respirada forte e veio a voz:
- Não fale nada Suzana, só responde a minha pergunta: - Vc está casada ou separada?
- Estou casada.
- Vc vai se separar?
Ela não pestanejou:
- Sim.
- Me dá o seu nome completo e o nome da cidade que vc mora, pois vou mandar agora uma passagem para vc se encontrar comigo em Brasília no final de semana.
Nada mais foi dito, naquele mesmo dia ela terminou o seu casamento. Despediu dos filhos e veio para Brasília. O marido deu a opção dela vir para Brasília ver qual é, ela não aceitou, ela sempre soube qual era a sua verdade, apenas estava escondida. Sei que passaram 4 dias dentro do quarto de hotel, decidiram que iam morar juntos, partiram para Minas.

No momento que a história está sendo contada, eu perplexa pergunto:

- Pera lá amiga, essa história sua aconteceu desse jeito mesmo?
- Aconteceu Márcia Paula.
- E cadê ele Suzana, quero ver esse cara,quero ver vcs juntos.
- Calma, Márcia, vou acabar de te contar o que aconteceu.
e ela continuou contando.

- Mudamos para Minas, não voltei mais em Curitiba, conversei com os meus filhos pelo telefone e disse a eles que eu ia morar com o amor da minha vida e que após um ano juntos eu ia buscá-los. Eles entenderam depois de um tempo, eu estava muito decidida, minha família tentou me persuadir, mas eu não deixei de jeito nenhum.
Pensei diversas vezes Márcia, que eu não poderia ser mais feliz, tudo era um sonho lindo.
Seis meses depois do nosso encontro em Bsb, ele teve uma dor de cabeça de manhã e quando foi de tarde eu estava com o meu amor MORTO nos meus braços.

AMIGAS DO BLOG, quando me toquei, estava chorando na recepção da academia, olhei minha amiga e ela sorriu serenamente, dizendo:
- Não me pergunte como sobrevivi, não sei te responder. Não me pergunte se eu me arrependi, pois eu tb não sei, pois nunca fui tão feliz e tão infeliz na vida. Ele morreu tem 4 anos e só agora que estou conseguindo enxergar um traço da mulher que eu era. Perdi tudo, não tenho forças ainda para me resgatar.


Amigas,não tenho muito o que falar, ela me contou isso semana passada e desde então essa linda história de amor não sai da minha cabeça, não quero questionar se moralmente o que ela fez foi o certo, pois o que é verdade tem de ser vivida. mas rola umas perguntas dentro de mim, e quem sabe vcs podem me ajudar a responde-las.
Será que eu daria conta de passar por tudo isso? Vc aí do outro lado faria o que a Suzana fez?
Por que o cara morre de uma hora para a outra aos 38 anos, depois de ter reencontrado o seu grande amor?
Por que algumas pessoas são mais corajosas que as outras?

Só sei que hoje minha amiga está só...


Valentina

11 comentários:

Nina disse...

Gataaaaaa me liga (21) 2467 9956 (trabalho) - (21) 92348826 (celular)

Anônimo disse...

Olá!!!
Faria o mesmo..ou quase...levaria meus filhos junto!!
Ela fez por amor,e o que a gente faz assim não e arrepende...Ela viv o Amor dela intensament..foi pouco tpo..mas um dia el acirdou tee corag..e foi viver...

Imgina se um dia Moça acord..lig o Cara já faleceu?mas nãa...Ela viveu o Amor!!!

Linda História!

Beijinho!
Thais

Sol disse...

Amiga... Ela foi muito corajosa, tô bege com a coragem!Mas pôs fim numa dúvida que persistiria dentro dela pra sempre! Mas sabe no que acredito? Que nada é por acaso, a história deles era mal resolvida e tinha que ter um final...feliz ou infeliz.

Sand disse...

Nossa!!! Fiquei sem palavras!!
Que coragem!! tem q ser muito forte e decidida p tomar uma decisão dessa.
Que triste q esse amor tão lindo e intenso não durou muito.
Ela tomou uma decisão muito difícil, principalmente de largar os filhos, isso eu não faria, o marido se ela tem a certeza q não vale a pena td bem, mas, os filhos não. Imagine a falta q eles sentiram dela?!
Em tds as decisões q tomamos em nossa vida temos um preço a pagar, só q o dela foi bem caro, infelizmente.
Não a julgo de forma alguma acho q ela fez certo, fora ñ ter levado os filhos, ela procurou a sua felicidade de fato, mas, agora ela está tendo as consequências por algo q ela fez. Esse é um risco q tds corremos.
O q mais conforta é q apesar de td q ela passou e ainda passa, ela viveu uma gde história de amor.
Agora ela tem um gde caminho a percorrer, resgatar a sua vida e se encontrar novamente como mulher.
Que Deus dê forças e discernimento à ela.
Tenha um ótimo final de semana.
Bjo.

Sabrina Mix disse...

Oi, Tina!

Que história, hein? Às vezes as pessoas precisam passar por certos tipos de experiência para resgatar sua verdadeira essência.

Espero que sua amiga esteja melhor.

Beijos e sucesso!!!

Andrea Hemo disse...

Ahhh, eu não faria o que ela fez não. Pelo que vc contou, tava tudo bem, então, temos que dar mais valor ao que temos. Ela jogou a família para o alto (e os filhos, coitados, tenho pena deles) por causa de um cara que um dia ela amou, a muitos anos... mas as pessoas mudam, nem sempre vamos encontrar a mesma pessoa que imaginávamos ainda ser.
Porquê o cara morreu assim? Ué, a vida é assim mesmo, basta estar vivo para poder morrer. Estas coisas não tem hora marcada, pode ser com 1 ano, 10 anos, ou 100 anos de idade, não importa, cedo ou tarde morreremos.
Agora, qualquer cara que se aproximar e souber da história, nem vai querer saber de algo mais sério com ela, pois sabe que mesmo estando tudo bem pode do nada levar um pé na bunda e ser largado com os filhos debaixo do braço. Quem vai querer ficar com alguém assim?
Bjs, Andrea Hemo

Carlinha disse...

Caraca amiga

To bege!!!

Me arrepiei toda lendo

Aguardo a sua visita no http://lookbookestilosas.blogspot.com/2009/06/aposte-na-versalidade-das-pecas.html o post está 10!

Mil beijos e bom final de semana.

Jóy- Mudando de Vida! disse...

VALENTINA LEMBRA DE MIM??? JOYCE BLOG "MUDANDO DE VIDA" EU TINHA ATÉ DESISTIDO DE TE VISITAR PQ VC SUMIU, MAS VI SUA ATUALIZAÇÃO NO BLOG DA SOL...ACABEI DE LER SEU POST "CHEGUEI" AMEI.. ACHO QUE EU E A MAIORIA DAS PESSOAS QUE LEEM SEU BLOG NÃO TERIAM A CORAGEM DE DESCREVER E ESCREVER COMO VC ESCREVE, MAS TENHO CERTEZA QUE AO LER MUITAS DE NÓS NOS IDENTIFICAMOS, ADORO QUANDO VC VEM COM SEUS QUESTIONAMENTOS...APESAR DE ÀS VEZES ACHAR QUE PRA GENTE TER UMA VIDA SEM MUITOS "PROBLEMAS" DEVARIAMOS QUESTIONÁ-LA MENOS...MAS ENFIM,VC É COMO EU NÃO GOSTA DO COMUM...QUER VIVER, QUER SER FELIZ, QUER APRENDER COM OS ERROS ENFIM...ADORO LER SEU BLOG!!! BOKAS... JÓY!!

Rakeu disse...

Ja aconteçeu algo semelhante.. eu estava magoada com meu marido, mas não tive coragem de trocar o certo pelo duvidoso, sempre tive medo de quebrar a cara, mas não me arrependi, hoje sou feliz com meu marido e meu filho, no fundo sempre achei que não adianta trocar de homem, só se trocam os defeitos...mas a historia que tu contou é no minimo atordoante...
Estou feliz que tu voltou com a corda toda, muitos beijos pra ti!

BRECHÓ ETIQUETA DE LUXO disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Sol disse...

Oi miga!Claro que te ajudo a arrumar o blog... é só vc me mandar as fotos...BJUSSS